quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O FUTURO


Eu quero que o Futuro
sorridente
me entre de manhã
pela janela
lavado do orvalho do Passado
e que o banho de sol
nele presente
afaste este Presente atribulado.
Que essa manhã
de um Futuro ridente
em grandes turbilhões de Luz e cores
a esperança
vá espalhando por todo o lado
nos homens nas mulheres e nas crianças
tirando a toda a gente
males e dores.
E na Paz
que acompanha o Futuro
eu quero que os corações
se abram num repente
que se quebrem as fronteiras
se derrubem muros
se esqueçam raivas e ódios do passado
e que nesse Tempo imenso
do Futuro
caminhemos de mãos dadas
lado a lado

3 comentários:

Anónimo disse...

...Também quero caminhar nesse caminho de Paz, deixar no passado o que a ele pertence e no presente quero o presente das palavras sorridentes, quero o carinho das manhãs orvalhadas, quero ao fim do dia iniciar uma conversa sobre a vida, sobre as palavras, sobre os contos, sobre isso de querer Paz e no aconchego do momento, quero trilhar esse caminho de tempo indefinido, mas um tempo de Luz!

Beijos e gostei imenso do rio sobre a Ponte quem se atreveu?

Layara disse...

desculpa o comentário é meu, não saiu o nome.

Ianê Mello disse...

Jim,

Esse é desejo é nosso.

Parece uma utopia,não?

Mas nunca devemos deixar de sonhar com um mundo melhor.

Luz e Paz, meu amigo!